Caleras de San Cucao, S.A.
Caleras de San Cucao, S.A.  
 A CAL 
caleras@sancucao.flcnet.esSite MapHome
Caleras de San Cucao, S.A. ínicio > calcinação  

Processos de calcinação

A fabricação da cal consiste na calcinação do calcário, a uma temperatura superior a 900º C, consoante um processo químico simples. O carbonato de cálcio decompõe-se por meio do calor de acordo com a equação:

Reacción de descomposición del Carbonato Cálcico mediante el calor.

Representación esquemática del desarrollo de la reacción de descomposición del CaCO3

A reacção de decomposição do calcário caracteriza-se pelo facto de que se produz numa frente de decomposição (zona de reacção), na qual se tocam o núcleo de CaCO3 não decomposto e o envolucro de CaO que se formou. Esta frente de decomposição desloca-se da periferia para o centro a uma velocidade determinada. Ao mesmo tempo há uma transferência de calor do exterior para o núcleo e um desprendimento de CO2 para o exterior.

Hoje em dia, a calcinação da cal realiza-se fundamentalmente em fornos regenerativos de corrente paralela que, ao contrário dos clássicos de contra-corrente, permitem pré-aquecer e recuperar os gases de combustão. São fornos de dupla cuba, em funcionamento alternativo. Esta tecnologia permite uma optimização do consumo de energia.

Hornos de calcinación de Caleras de San Cucao, S.A.

© Caleras de San Cucao, S.A.